Acta Biomedica Brasiliensia

Artículos

Populares

Acta Biomedica Brasiliensia

  • Olhar do enfermeiro para gestantes com anemia
    por Letícia Santos da Costa el día octubre 27, 2021 a las 12:27 pm

    A gestação é um momento de diversas modificações no corpo da mulher, principalmente uma adaptação fisiológica com o binômio mãe e feto e o preparo do corpo para o parto. Entre algumas dessas alterações, há um aumento significativo no depósito de ferro, onde é reduzido durante a gravidez em decorrência de uma maior demanda metabólica para poder suprir o aumento da hemoglobina circulante e o desenvolvimento fetal. O discurso de enfermeiros sobre a anemia em gestantes no pré-natal de baixo risco é o objeto deste estudo. O objetivo deste artigo é descrever o entendimento de enfermeiros sobre a anemia em gestantes no Pré-natal de baixo risco. O interesse pelo tema surgiu a partir de dados do Ministério da Saúde que afirma: a anemia pode acometer a mulher em todas as fases de sua vida. A metodologia baseou-se foi pesquisa de campo, descritiva e qualitativa, realizada em unidades com a Estratégia Saúde da Família. Aplicou-se um questionário com perguntas abertas. Os dados foram analisados e categorizados evidenciando quatro categorias de análise; identificou-se, por meio dos achados desta pesquisa, que enfermeiros entendem a anemia como um importante agravo na gestação e que o acolhimento faz toda diferença na prevenção e tratamento da anemia na gestação. Concluiu-se, por meio do estudo, que é um fator relevante realizar orientações nutricionais como fontes alimentares de ferro e formas de potencializar seu aproveitamento para minimizar os riscos de anemia.Palavras-chave: Atenção Básica, Gestação; Anemia; Enfermagem.

  • Proposta e aplicação de atividade de aprendizagem de ecologia nas dependências de instituições de ensino como alternativa de educação formal fora da sala de aula
    por Tatiana Docile el día octubre 23, 2021 a las 1:22 pm

    A utilização de ambientes fora de sala de aula com a finalidade de desenvolver aprendizados é uma prática pouco explorada como estratégia de ensino-aprendizagem na educação formal. Portanto, este artigo propõe realizar uma atividade nas dependências da instituição de ensino sobre o conhecimento em relação a alguns temas da disciplina de Ecologia ministrada para licenciandos em ciências biológicas, no intuito de diminuir essas dificuldades no aprendizado do ensino de ciências. Esta pesquisa apresentou abordagem qualitativa, do tipo exploratória, devido a aproximação com da realidade investigada com o objeto de estudo. A atividade foi desenvolvida para a turma do quinto período do curso de Ciências Biológicas da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Duque de Caxias –FEUDUC localizada no bairro de Gramacho, no município de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil. Foi elaborado um questionário de atividades práticas, que abrange o estudo do método científico na prática e a identificação dos conceitos básicos de ecologia aprendidos em sala de aula. Os grupos fizeram esquemas, desenhos, reflexões e discussões. A aplicação do instrumento foi realizada no mês de Abril de 2016. A atividade gerou uma entusiasmo e interesse na turma.           Foi vivenciado alguns desafios na atividade como por exemplo a duração extensa de tempo da prática e ocorreu também um pouco de dispersão dos estudantes por estarem realizando em local aberto e outros colegas de outros períodos paravam para perguntar o que estavam fazendo no canteiro. Portanto, atividades fora da sala de aula, permite um aprendizado diferenciado, criativo e envolvente. É um método viável que pode ser utilizado pelo professor que podem auxiliá-lo no ensino promovendo inovação, autonomia e curiosidade entre os estudantes.

  • Estudo de parasitas intestinais em felinos– Fellis catus
    por Beatriz Stringhini el día octubre 19, 2021 a las 2:36 pm

    As doenças parasitológicas são causadas por água e alimentos contaminados, além de pouco ou nenhum saneamento básico nas áreas precárias. Dentre os animais domésticos que podem ser afetados por essas condições destacamos os felinos. Esses microrganismos causam efeitos prejudiciais no animal que se não tratado a tempo, podem obstruir alguma área do corpo e até vir a óbito. Não fosse apenas esse grande risco, enfrenta-se outra questão em gatos que convivem com humanos: transmissão, nesse cenário, as pessoas que convivem de alguma com o animal infectado podem correr o risco de infecção, mas nota-se principalmente a ocorrência desses problemas em crianças. Por conta de essa questão ser danosa tanto para o animal quanto para o ser humano, é necessário que as autoridades sanitárias tomem as devidas ações, a fim de prevenir, diminuir ou até mesmo eliminar essas questões que causam mal à saúde. O objetivo do presente trabalho é detectar as parasitoses em amostras de fezes de felinos, compreender os mecanismos desta contaminação e comparar com os aspectos encontrados na literatura. Foram analisadas as fezes de 25 felinos, e foram encontradas as verminoses: Toxocara cati, cisto de Entamoeba coli, ovo de Diphyllobothrium latum, larva de Toxocara sp, ovo de Cystoisospora rivolta, ovo de Trichuris trichiuria, larva de Strogyloides sp, oocisto de Isospera, oocisto de Toxoplasmose, ovo de Ancilostomídeo sp e verme de Ancilostomídeo sp. Portanto, animais de rua acabam se contaminando com mais facilidade que os domésticos, pois estão expostos a mais riscos e suas presas podem já estar contaminadas e visto que muitos desses animais de rua nem sequer tomam vacinas ou vermífugos.

  • Questão de educação e ciência: Senso-comum, falácia ecológica e o sofisma da cloroquina na COVID-19*
    por Carlos KB Ferrari el día octubre 19, 2021 a las 2:29 pm

    Diversas narrativas nos meios de comunicação e mídias sociais têm associado o suposto uso de (hidroxi)cloroquina com menor letalidade em certos municípios comparados a outros. O presente ensaio teve como objetivo demonstrar por meio da lógica e da epidemiologia a veracidade ou falseabilidade deste enunciado. Considerando-se a lógica, a epidemiologia e os estudos ecológicos, demonstrou-se a falácia ecológica da suposta relação entre uso de um medicamento e a menor letalidade (indicativo de maior proporção de curados) da COVID-19. É possível concluir que comparar taxas brutas de letalidade entre diferentes municípios, sem utilizar métodos científicos, constitui senso comum e um desserviço para a promoção da saúde e prevenção da COVID-19.

  • Atuação da Equipe interdisciplinar junto a familiares e o paciente oncológico
    por Rosangela Estela Pratti da Silva el día octubre 19, 2021 a las 2:26 pm

    O câncer é uma patologia que pode interferir de forma significativa na vida do sujeito e de seu familiar/cuidador. Neste contexto, surge o trabalho interprofissional, com destaque para a Psico-oncologia, uma área de interface entre a Psicologia e a Oncologia. O presente estudo busca analisar o papel da Psico-oncologia na trajetória do doente e de sua família no processo de adoecimento por câncer. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, por meio da busca ativa de informações em livros, revistas e artigos acadêmicos. A partir do levantamento da literatura revisada, destaca-se a atuação do psicólogo no cuidado oncológico se dá por meio do apoio psicossocial e psicoterapêutico através de grupos de apoios, acolhimento, assistência, escuta, entre outras práticas, visando propiciar um melhor enfrentamento da doença entre os envolvidos. De modo geral, pode-se inferir que a Psico-oncologia é uma ferramenta contemporânea e indispensável na promoção da qualidade de vida ao paciente com câncer, a sua família e à equipe que o acompanha.Palavras-chave: Câncer, Família, Paciente, Psico-oncologia

Buscador Avanzado

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Temas y Carreras