InternexT: Revista Eletronica de Negocios Internacionais da ESPM

Artículos

InternexT: Revista Eletronica de Negocios Internacionais da ESPM

Internext

A Revista Eletrônica de Negócios Internacionais (Internext) tem como proposta ser um veículo acadêmico para a produção na área de Gestão Internacional.

Temas sejam de interesse à Gestão Internacional, tais como:

  • A internacionalização de empresas latino-americanas.
  • A estratégia de empresas multinacionais.
  • Relação subsidiária e matriz, e papel da subsidiária.
  • A compreensão das diferentes culturas de países e regiões.
  • Diferentes estilos de gestão entre culturas.
  • Problemas comuns às indústrias globais como pirataria, comportamento do consumidor de produtos globais e outros.
  • Tópicos internacionais de Recursos Humanos como expatriação de executivos.
  • Transferência de conhecimento entre unidades da empresa multinacional.
  • Perspectivas críticas sobre gestão internacional.
  • Empreendedorismo internacional
  • Análise e política econômica

  • Desenvolvimento de Competências Digitais e Internacionais em Startups via Aceleradoras de Negócios
    por Matheus Soares Eurico Soares de Noronha el día noviembre 12, 2021 a las 3:00 am

    Objetivo: Diagnosticar como as aceleradoras colaboram para o desenvolvimento de competências internacionais em startups e verificar quais as principais competências internacionais digitais e empreendedoras desenvolvidas no ambiente de aceleração de startups. Método: A abordagem é qualitativa. O método utilizado é a análise de conteúdo. Os dados foram coletados com gestores de aceleradoras de startups das regiões de São Paulo (SP) e Vitória (ES). Principais resultados: Os resultados mostram que as aceleradoras desenvolvem competências digitais internacionais e de Born Globals em startups. Observa-se que determinadas competências são mais refinadas que outras no processo de aceleração e estão concomitantemente ligadas aos pilares das aceleradoras. Relevância/originalidade: Traz três novas categorias emergentes para a literatura sobre startups: Contratos, Finanças e Big Data/Data Science. Contribuições teóricas: As aceleradoras de negócios são agentes antecessores ao processo de desenvolvimento de competências e capacidades internacionais, e seu papel no ecossistema de inovação é promover a inovação estratégica e o conhecimento organizacional. Contribuições para a gestão: Apresentam-se conhecimentos e competências necessárias para que uma empresa em fase inicial possa explorar mercados globais.

  • Percepção de Risco na Internacionalização de Empresas Familiares
    por Isabella Spengler el día noviembre 12, 2021 a las 3:00 am

    Objetivo: O estudo tem como objetivo compreender como a percepção de risco afeta o processo de internacionalização em empresas familiares. Método: O presente artigo apresenta uma abordagem qualitativa e se utiliza da estratégia de estudo de caso. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com gestores familiares e não-familiares de duas empresas familiares. Principais resultados: Identifica-se convergência entre os modelos teóricos e empíricos com a complementariedade de duas novas categorias de análise no modelo empírico, objetivos estratégicos e operacionalização por não familiar, que influenciam na relação e podem resultar em maior ou menor grau de internacionalização. Relevância/originalidade: A percepção de risco é um importante aspecto na internacionalização de empresas familiares de países emergentes e se faz necessário intensificar estudos que analisem seus efeitos nas estratégias internacionais. O presente estudo apresenta a influência de duas categorias que se mostraram relevantes ao processo de internacionalização de EFs, além dos efeitos já verificados na literatura, os objetivos estratégicos e operacionalização por não familiar. Contribuições teóricas/metodológicas: Este estudo contribui com a inserção dos objetivos estratégicos e a presença de um gestor externo à família frente à internacionalização que atenuam a percepção de risco e contribuem para estratégias de maior envolvimento internacional. Quando constatado a familiness entre os gestores dos casos estudados, percebeu-se uma capacidade dos mesmos transferirem este valor para membros não-familiares. Esses aspectos podem se tornar uma barreira para a internacionalização. Por outro lado, as empresas familiares podem, por meio das conexões estabelecidas, reavaliar suas estratégias a fim de se obter melhores resultados na internacionalização.

  • Perspectiva dos Expatriados sobre Aspectos do Ambiente Institucional que Influenciam suas Condições de Vida nos Países Hospedeiros
    por Mariana Rangel Moraes el día noviembre 11, 2021 a las 3:00 am

    Objetivo: O estudo teve o objetivo de analisar a perspectiva dos expatriados sobre aspectos do ambiente institucional que influenciam suas condições de vida nos países hospedeiros. Método: Tratou-se de uma pesquisa quantitativa, com dados secundários obtidos a partir do relatório HSBC Expat Explorer Broadening perspectives, publicado em 2017. Realizou-se análise de cluster, para agrupamento dos países sobre nove variáveis relativas aos aspectos econômicos, de experiência e de família. Validaram-se os resultados obtidos por meio de análise discriminante. Principais resultados: Constatou-se a existência de três agrupamentos, um com uma maior valorização dos aspectos de experiência, outro com valorização equivalente dos aspectos de experiência e econômicos e outro com maior valorização de aspectos de família. Relevância/originalidade: Como as condições de vida em outros países podem influenciar o ajustamento intercultural do expatriado e a duração da expatriação, podendo inclusive culminar em uma repatriação antecipada, esse estudo se faz relevante e original por relacionar temas que geralmente são estudados em separado: fatores institucionais dos países, condições de vida nos países e expatriação. Contribuições teóricas/metodológicas: O estudo amplia as discussões ao considerar a perspectiva dos expatriados sobre como os fatores institucionais dos países hospedeiros influenciam as condições de vida que terão alhures.

  • Redes de Imigração Síria no Brasil e criacao de novos negocios
    por Gislene Cordeiro da Silva Diniz el día octubre 27, 2021 a las 3:00 am

    Objetivo: O objetivo deste trabalho é analisar como redes étnicas apoiam e influenciam na criação de novos negócios.Método: Pesquisa de natureza qualitativa e método estudo de casos múltiplos. Entrevistas em profundidade com 24 refugiados sírios, estabelecidos na cidade do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e região metropolitana. As entrevistas foram realizadas entre agosto de 2017 a maio de 2019.Principais resultados: Os resultados apontam que as redes étnicas influenciaram e disponibilizaram recursos que contribuíram com o processo empreendedor. Constatou-se a importância da atividade empreendedora para a geração de renda dos refugiados, principalmente em negócios relacionados à sua cultura de origem. Os achados confirmaram que as estruturas sociais, são detentoras de um volume significativo de capital social, que permite o acesso a diversos tipos de recursos que promovem o processo empreendedor.Relevância/originalidade: Este artigo contribui para o debate do empreendedorismo imigrante realizado por refugiados em solo brasileiro, apontando para a importância e os efeitos das redes sociais e do capital social no desenvolvimento de novos negóciosContribuições teóricas/metodológicas: Maior compreensão sobre dinâmica local do empreendedorismo imigrante, redes sociais e capital social. Amplia os modelos conceituais e teóricos estabelecidos no estudo do processo empreendedor Imigrante.Contribuições sociais: Importância da atividade empreendedora de imigrantes na geração de renda e no desenvolvimento da economia local. Os achados revelam a necessidade de políticas públicas que apoiem o empreendedorismo imigrante no Brasil.Palavras-chave: Empreendedorismo de imigrantes. Sírios. Redes sociais. Capital social.

Buscador Avanzado

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Temas y Carreras