Revista de Gestao e Projetos

Artículos

Revista de Gestao e Projetos

Revista de Gestão e Projetos

Revista Gestão e Projetos (GeP) surge da necessidade de ser um foco de publicação de trabalhos científicos na área de gerenciamento de projetos e áreas correlatas. Sua gênese é decorrente do esforço da comunidade acadêmica e profissional, em constituir um meio de discutir trabalhos desenvolvidos com rigor dos métodos científicos que até então não se viam presentes em outras publicações de âmbito nacional. Por isso, no Brasil a Revista Gestão e Projetos é única!

A amplitude de entidades representativas do núcleo central da revista é constituída por professores e profissionais ligados às Universidades, bem como centros de pesquisa.

A Revista GeP é dedicada em publicar trabalhos das áreas de gestão de projetos abrangendo os seguintes tópicos:

• Áreas de conhecimento;
• Processos e ciclo de vida em gestão de projetos;
• Gestão de portfólio;
• Gestão de programas;
• Desenvolvimento de novos produtos;
• Gestão de projetos de inovação;
• Gestão da sustentabilidade em projetos;
• Maturidade em projetos;
• Competências;
• Equipes de projetos internacionais;
• Projetos multi-localizados;
• Escritórios de projetos;
• Organizações gerenciadas por projetos;
• Gestão de projetos de eventos;
• Projetos complexos; 
• Projetos de tecnologia de informação.

GeP está avaliada pelo QUALIS-CAPES como A4.

  • A gestão de benefícios em um projeto de implantação de prontuário eletrônico do paciente: a perspectiva de profissionais da saúde sob à luz do modelo visual lifecyclecanvas®
    por Illiana Rose Benvinda de Oliveira Pereira el marzo 22, 2022 a las 3:12 pm

    O presente estudo tem como objetivo relacionar a percepção de benefícios da implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), na perspectiva de profissionais de saúde que integram um serviço de Atenção Domiciliar (AD), sob à luz do modelo visual de gestão de projetos (GP) Life Cycle Canvas® (LCC). Trata-se de um estudo de caso realizado em uma organização do segmento da saúde e realizado por meio da aplicação de entrevistas em grupo com uso de roteiro de entrevista semiestruturado junto a profissionais usuários do PEP e equipe do projeto que utilizou o LCC como ferramenta de GP. Os achados da pesquisa são analisados por meio de uma análise temática com base no LCC do projeto. Os resultados evidenciam que os participantes da pesquisa demonstraram satisfação, embora não totalmente, com o uso do sistema, logo, os benefícios podem ser visualizados de forma mais evidente em longo prazo e com base na documentação desses aspectos, especialmente por parte da organização. Sob a ótica da equipe do projeto acredita-se que por ter mais maturidade em projetos foi possível identificar em sua fala, além dos benefícios almejados, oportunidades de melhorias, inclusive pela Gestão de Benefícios (GB) em projetos a serem desenvolvidos pelo serviço de AD. O estudo contribui na temática de GP com a experiência de uma organização da área da saúde que fez uso da ferramenta visual LCC e a observar a percepção dos benefícios gerados na visão dos profissionais envolvidos.

  • Um estudo sobre os princípios norteadores do ciclo de vida de gerenciamento de projetos
    por João florêncio da Costa Júnior el marzo 22, 2022 a las 3:12 pm

    O presente trabalho objetivou determinar até que ponto a literatura especializada abordou o tema dos princípios orientadores dentro dos modelos de ciclo de vida, especialmente entre as transições dos estágios do ciclo de vida dos projetos. O trabalho é uma pesquisa exploratório-descritiva, baseado em uma revisão sistemática da literatura relevante sobre o gerenciamento do ciclo de vida de projetos com foco em seus princípios orientadores. Scopus/Embase e Web of Science foram revisados inicialmente em 14/09/2020 (artigos com até dez anos) e 28/09/2020 sem estabelecer restrições de datas. 46 artigos foram selecionados e posteriormente analisados em sua totalidade.  Como resultado, percebeu-se que não existem estudos sistemáticos na literatura especializada sobre os princípios norteadores das transições de fases no ciclo de vida de projetos, ou seja, além da abordagem limitada a checklists sobre artefatos e indicadores de desempenho, nenhum elemento específico foi encontrado entre as fases e tampouco notou-se algum interesse estruturado sobre o assunto. Assim, dada não só a falta de pesquisas relevantes sobre o assunto, mas também a necessidade de explorar mais opções quanto aos princípios norteadores do ciclo de vida de projetos, os autores propõem a utilização do Life Cycle Canvas como ferramenta para preencher essa lacuna, visto que é perfeitamente integrado ao conjunto de áreas ou estágios do ciclo de vida de gerenciamento de projetos, oferecendo vários elementos chave para lidar com as complexidades e contingências de projetos, organizações e mercados cada vez mais complicados, contribuindo assim com a literatura especializada enquanto abre caminho para futuras pesquisas. 

  • Discussões sobre aprendizagem em projetos: um estudo bibliométrico
    por Ronaldo Cruz da Silva el marzo 22, 2022 a las 3:12 pm

    O objetivo dessa pesquisa é apresentar o que está sendo estudado sobre aprendizagem em projetos. Nesse caso, utilizamos a base de dados Scopus para levantamento dos estudos, considerando as principais revistas da área de Gerenciamento de Projetos. A pesquisa se iniciou a partir de uma análise bibliométrica, com levantamento de 256 artigos e, após filtros e ajustes, foram considerados 48 artigos na amostra final. Após análise fatorial exploratória, chegamos a cinco fatores, relacionados à aprendizagem em projetos, o que indicou as frentes de pesquisas para revisão sistemática. Como resultado, identificamos que a aprendizagem individual, a aprendizagem entre projetos e a aprendizagem em organizações baseadas em projetos foram os tópicos de concentração abordados nas pesquisas nos últimos dez anos. No que diz respeito à contribuição desta pesquisa, entendemos que esses temas ajudam pesquisadores e a comunidade de Gestão de Projetos na compreensão das bases teóricas e suas relações com a aprendizagem em projetos, indicando, assim, novas possibilidades de estudos. 

  • A gestão da comunicação em projetos de TI
    por Cibelle Gaijutis de Azevedo el marzo 22, 2022 a las 3:12 pm

    A gestão da comunicação se faz presente em todos os tipos de projetos, contudo, em projetos de melhoria sistêmica em que a interação entre equipe de TI e usuários é essencial, observa-se um gap no qual a comunicação nem sempre ocorre com clareza e entendimento mútuo. Assim, o objetivo do presente artigo foi identificar as técnicas mais usuais e as boas práticas recomendadas para a gestão de comunicação que colaborem no aumento da sinergia em projetos de TI com ênfase em melhoria sistêmica. Para tanto, adotou-se estudo quantitativo combinado com o estudo qualitativo. Uma survey foi divulgada em redes sociais, buscando a colaboração de profissionais envolvidos em projetos de TI, das áreas de desenvolvimento, usabilidade ou condução do projeto. Foram coletados dados válidos de 56 respondentes. Alguns destes respondentes, diante das observações expressadas em campos abertos da survey, foram selecionados para uma etapa posterior de entrevista semiestruturada, visando aprofundar suas percepções dos principais insights obtidos na amostra. Os resultados alcançados indicam que as principais barreiras na comunicação em projeto de TI são: choque de cultura, traduzido na linguagem incompatível entre TI e usuários e a falta de empatia entre eles, por não entenderem suas respectivas dificuldades. Adicionalmente, confirmam que a comunicação com a boa interação entre TI e usuários é fator decisivo para o sucesso de projetos de melhorias sistêmicas e que as principais práticas que corroboram com o sucesso desta interação são: a elaboração de um plano formal de comunicação combinado com a adequação de linguagem sempre que necessário.

  • Validações de entregas em produtos desenvolvidos com métodos ágeis em uma startup Edtech
    por Mariana Yumi Takada el marzo 22, 2022 a las 3:12 pm

    O objetivo do estudo de caso foi entender quais metodologias ágeis são utilizadas para a validação de entregáveis e posterior priorização de escopo, bem como atuar em oportunidades de melhoria nestas tomadas de decisão em uma startup Edtech. Para alcançar os resultados deste estudo, foi realizada pesquisa quantitativa com os funcionários do time de tecnologia da empresa. Os resultados indicam que há oportunidades de envolver e engajar mais os times, principalmente os relacionados à gestão de dados, gerando mais valor para o usuário do produto, além de melhor aplicação do ágil, validações com os usuários e inovação. 

Filtros de búsqueda

Tipo de material

Avatar

Mauricio Eberle Morales

Miembro desde hace 3 años
Ver el perfil

Buscador Avanzado

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Temas y Carreras

Full text for top nursing and allied health literature.

X