Sustinere – Revista de Saude e Educacao

Artículos

Populares

Sustinere – Revista de Saude e Educacao

Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade)

  • Oficina sobre suporte básico de vida para estudantes de saúde
    por Benedito Fernandes da Silva Filho el día octubre 14, 2021 a las 10:53 pm

    O presente estudo objetivou descrever a experiência de mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde de uma Universidade Pública do Estado da Bahia, sobre a oficina de Suporte Básico de vida ministrada para estudantes da área de saúde. A proposta da oficina sobre Suporte Básico de Vida foi promover uma abordagem teórica-prática baseada na realidade. Nesse sentido, realizou-se uma aula expositiva dialogada, utilizando-se recursos audiovisuais, contendo os seguintes conteúdos teóricos: Epidemiologia das doenças do aparelho circulatório; Sintomatologia de um indivíduo em PCR; Passos para o reconhecimento de uma situação de PCR; Sequência de avaliação e conduta em cada momento; Uso do Desfibrilador Externo Automático (DEA) e Manobra de Heimlich em adultos. É de fundamental importância que toda a sociedade, tenha conhecimento acerca dos protocolos de Suporte Básico de Vida, visto que qualquer pessoa está sujeita às situações de urgência e/ou emergência, podendo assim intervir de maneira efetiva no socorro à vítima.

  • A atuação da equipe multiprofissional na reabilitação do paciente com acidente vascular cerebral - relato de experiência
    por Júlio Cesar das Chagas el día octubre 14, 2021 a las 10:53 pm

    O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é evidenciado como uma das principais doenças que afeta a população mundial, provocando grande número de mortes e incapacidades físicas, levando o indivíduo a sofrer fortes impactos nas questões de natureza biológica, psicológica, social e econômica. O estudo aqui apesentado, trata-se de uma pesquisa descritiva, qualitativa na modalidade de relato de experiência com o objetivo de observar a atuação da equipe multiprofissional na reabilitação de pacientes acometidos com AVC na condição de internado e identificar as possíveis dificuldades existentes para atuação multiprofissional. Foi desenvolvido no período de março/2018 a março/2019, durante a atuação como profissional-residente no Programa de Residência Multiprofissional em Neurologia e Neurocirurgia da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE), cujo cenário de prática foi um hospital terciário de Fortaleza/Ceará de referência na área. Teve como aporte metodológico a pesquisa descritiva, bibliográfica, documental, técnica de observação direta e diário de campo como instrumento de coleta de dados. Conclui-se que, a equipe multiprofissional tem um papel relevante frente à reabilitação do paciente acometido por AVC, oportunizando qualidade de vida ao usuário e uma nova chance de reinserção na sociedade, tornando-os mais independente para os seus afazeres diários após a alta hospitalar. Foram identificados desafios para o desempenho do trabalho multiprofissional, tais como fragmentação do cuidado; falhas na comunicação entre os profissionais; modelo de gestão verticalizado, dificultando assim a atuação multidisciplinar. 

  • Reflexões acerca da conceituação de saúde e construção de um conceito de saúde: implicações para os profissionais da saúde
    por Ana Cláudia Schuab Faria de Paula el día octubre 14, 2021 a las 10:53 pm

    O debate sobre o conceito de saúde é extenso, envolvendo convergências e divergências recorrentes entre autores. Este estudo trata-se de um ensaio teórico-reflexivo que descreve a elaboração de um conceito de saúde por uma estudante de mestrado, embasado no plano de estudo da disciplina “Conceitos de saúde e seus nexos no trabalho da Enfermagem/Saúde”, pertencente ao Curso de Mestrado em Enfermagem do programa de Pós-Graduação stricto sensu de uma Universidade Federal do extremo Sul do Brasil. O objetivo é estimular uma reflexão plural e edificadora no meio acadêmico e profissional sobre saúde, a partir da apresentação de uma construção conceitual fundamentada em diferentes saberes, teorias e nexos. As reflexões apresentadas ao longo deste estudo oportunizaram a construção de um conceito de saúde ampliado, compreendido como o estado subjetivo de bem-estar, satisfação, autonomia e funcionalidade, independente da dimensão, para realizar atividades propostas ou esperadas por um do indivíduo em relação à ele mesmo, frente à aspectos multidimensionais e multifatoriais intrínsecos/extrínsecos, considerando fatores limitantes não modificáveis, condições de vida/trabalho, e capacidade de adaptação e interação com o meio, transmudando assim o próprio ser. Considera-se que as discussões sobre saúde são infindáveis e seu entendimento constantemente ressignificado, seja de forma individual ou coletiva, social ou intelectual.

  • Diagnose laboratorial das hepatopatias: debate acerca das fronteiras do processo de aprendizagem no ensino médico
    por Raniery Ávila de Oliveira el día octubre 14, 2021 a las 10:53 pm

    O presente ensaio objetiva discutir o processo de ensino e aprendizagem do diagnóstico laboratorial das doenças hepáticas e seu redimensionamento, tendo por paradigma o pensamento complexo. Nessa perspectiva, a revisão bibliográfica foi realizada nas principais bases de dados, com análise dos trabalhos, cuja temática relacionava-se ao escopo do ensaio. O diagnóstico laboratorial em hepatologia é um processo fluído, que necessita ultrapassar os muros disciplinares impostos pela categorização das especialidades médicas. Outrossim, a complexidade inserida no ato de diagnosticar tem por base uma racionalidade que implica em prudência e atenção, e deve ser desvinculada da aparente relação dicotômica naturalizada pelo paradigma mecanicista. Repensar o modo como se ensina e como se aprende no processo de graduação em medicina é um aspecto prioritário, podendo impactar em mudanças de posturas necessárias à sociedade. Cabe frisar que tal proposição visa não apenas a assimilação do conteúdo, mas o desenvolvimento da competência médica para estabelecer interconexões com os demais campos do saber médico, bem como com os determinantes sociais, políticos, econômicos e culturais, atribuindo novos sentidos ao conhecimento. Assim, espera-se que esse debate acerca do diagnóstico hepático contribua com as discussões curriculares das escolas médicas, no intuito de promover a revisão de ementas, estratégias, metodologias e reflexões sobre o paradigma que subsidia os aspectos mencionados. Nessa lógica, a transversalidade pode estruturar mudanças no campo do conhecimento acerca do diagnóstico laboratorial das doenças hepáticas mais prevalentes, promovendo conhecimento mais pertinente, contextualizado, globalizado, complexo e capaz de refletir a pluralidade de saberes da sociedade contemporânea.

  • Construindo o saber a partir de práticas demonstrativas biológicas no processo de ensino-aprendizagem
    por Priscila Beleza Cruz el día octubre 14, 2021 a las 10:53 pm

    As feiras de ciências são ferramentas relevantes no processo ensino-aprendizagem do aluno, pois possibilitam a compreensão de conceitos estudados em sala de aula através de demonstrações experimentais, no qual, através do ensino de ciências possibilita uma relação do conhecimento cotidiano com o conhecimento científico, além de favorecer uma contextualização e a interdisciplinaridade. Deste modo, o presente artigo tem como objetivo demonstrar experimentos biológicos envolvendo a contextualização e a interdisciplinaridade da feira de ciências na Escola Estadual Plínio Ramos Coelho. Para atender ao objetivo do projeto, executou-se a feira de ciências no evento intitulado “III Amostra do Saber”, onde se encontrava nove bolsistas do PIBID da Instituição de Educação, Agriculta e Ambiente – IEAA/UFAM. Estes foram divididos em três duplas e um trio, onde ficaram responsáveis em confeccionar um experimento demonstrativo da área da biologia, totalizando quatro experimentos, no qual tinha como propósito contribuir no processo ensino-aprendizagem dos alunos e sociedade presente no evento, além de envolver a contextualização da cientificidade com o cotidiano. Com isto, obtiveram-se resultados satisfatórios, pois os bolsistas do PIBID, alunos da escola e comunidade trocaram experiências por meio dos experimentos realizados na feira de ciências, proporcionando conhecimento para todos os participantes. Por fim, conclui-se que por meio do projeto realizado é possível relacionar e compreender conteúdos vistos anteriormente em sala de aula por meio de demonstrações biológicas.

Buscador Avanzado

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Temas y Carreras